Take a fresh look at your lifestyle.

Suplente de deputado preso no RJ também está na cadeia e não poderia assumir

Anderson Alexandre (SD), o titular, e Coronel Jairo (SD), o reserva estão atrás das grades. Segundo suplente virou prefeito de Niterói depois que Rodrigo Neves também foi detido e não anunciou se vai para a Alerj.

Nesta terça-feira (12), a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) discute a aprovação de um projeto de lei que permitiria a posse imediata de suplentes no lugar dos deputados presos. Em um dos casos, no entanto, nem o suplente pode assumir. O reserva de Anderson Alexandre (SD), preso por suspeita de corrupção e fraude em licitações, é Coronel Jairo (SD), que também está atrás das grades.

Coronel Jairo era deputado estadual e foi preso no exercício do mandato na Operação Furna da Onça. Ele é suspeito de receber uma mesada de R$ 50 mil da organização criminosa liderada pelo ex-governador Sérgio Cabral (MDB), mas nega com “veemência” as acusações.

Anderson, o titular do mandato, é suspeito de receber propina de empresários em obras públicas. O G1 pediu um posicionamento da defesa, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Os dois parlamentares são do Solidariedade. Em nota, o partido disse confiar na Justiça e respeitar o “devido processo legal e a ampla defesa”.

Fonte:G1

Compartilhe:
Comentários
carregando...
WhatsApp chat Whatsapp da TV Liberdade