Take a fresh look at your lifestyle.

Alcolumbre ocultou imóveis da Justiça em série de eleições, diz jornal

Em levantamento da Folha de S. Paulo, foram localizadas contradições entre bens declarados e patrimônio real do presidente do Senado desde pelo menos 2002

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ocultou imóveis em declarações à Justiça Eleitoral em pelo menos seis eleições, iniciando a prática em 2002 – quando se elegeu deputado federal pela primeira vez -, segundo levantamento publicado pelo jornal Folha de S. Paulo nesta segunda-feira 25. O artigo 350 do Código Eleitoral prevê pena de até cinco anos de prisão e multa para omissões de bens.

Alcolumbre, eleito presidente do Senado em 2019, já disputou sete eleições. Ele atuou como vereador (2001-2002) e deputado federal (2003-2014) antes de virar senador, em 2015.

O jornal lista contradições entre as declarações do político para a Justiça Eleitoral e levantamentos de escrituras e registros no único cartório de imóveis e nos três cartórios de notas de Macapá, capital do Amapá.

Fonte:Veja

Compartilhe:
Comentários
carregando...
WhatsApp chat Whatsapp da TV Liberdade