Take a fresh look at your lifestyle.

Em posse de novos ministros, Temer não menciona prisões de amigos

O presidente Michel Temer deu posse hoje (2) aos novos ministros da Saúde, Gilberto Occhi, e dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro Silveira. Foi empossado também o presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antônio de Souza.

Occhi (PP) deixou a presidência da Caixa Econômica Federal para assumir a pasta da Saúde, até então comandada por Ricardo Barros (PP). Nelson Antônio, agora presidente da Caixa, era vice-presidente de Habitação do banco.

Valter Casimiro, diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), ficou no lugar de Maurício Quintella (PR).

Tanto Barros quanto Quintella deixaram os cargos para se candidatarem nas eleições de outubro. Ao longo desta semana, ministros que vão se candidatar deixarão o comando das pastas já que, de acordo com a legislação eleitoral, o prazo final para a chamada desincompatibilização do cargo é o dia 7 de abril.

No evento no Palácio do Planalto, o presidente não mencionou as prisões. Em discurso, ele ressaltou que as liberdades individuais devem ser respeitadas.

“Queremos enfatizar o tema das liberdades individuais, do devido processo legal, da obediência estreitíssima aos termos da Constituição”, declarou.

Temer disse ainda que as instituições e o país estão acima das pessoas. “Acima de todos nós, está o país. Acima de todos nós, estão as instituições. Por isso eu preservo as instituições”. “Nós colocamos lá [na Constituição]: o Brasil é um Estado Democrático de Direito. A mensagem que se deu, nós, como servos da Constituição: ‘Olha, conduza-se pelos termos desta Constituição, não saia dela, porque sair dela é desviar-se dos propósitos democráticos'”, completou o presidente.

Ministros empossados

Após a cerimônia de posse, o novo ministro da saúde, Gilberto Occhi, afirmou que vai focar na gestão eficiente dos recursos da saúde pública. Já o dos Transportes, Valter Casimiro Silveira, disse que vai dar andamento à gestão anterior com foco na entrega de obras paralisadas e projetos estratégicos vinculados ao Programa Avançar.

O presidente da Caixa, Nelson Antônio, enfatizou o caráter público do banco e disse que buscará resultados financeiros, sociais e ambientais para atender as necessidades dos clientes mais desfavorecidos da sociedade.

Para os novos ministros, o governo tem muitas “vitórias” e méritos principalmente na área econômica. “São ganhos que ninguém quer perder, então isso é o que estamos defendendo. Eu defendo sempre a justiça, defendo sempre o que está previsto na Constituição, todos são inocentes até que se prove o contrário”, disse Gilberto Occhi.

 

*Notícias ao minuto

 

Compartilhe:
Comentários
carregando...